Browse Tag: mask

mask

66. Mask (K-drama)

Estava há duas semanas para escrever sobre Healer. Mas, terminei Mask por esses dias e acho que não resistirei a não escrever sobre, assim o quanto antes. Eu chorei com o final! No entanto, o final não chegou nem próximo ao que esperava. Mas, não foi totalmente ruim.

mask

 

O que eu esperava talvez fosse um desenrolar da história diferente. Talvez que o vilão, mas do que extremamente bonito (Yun Jung Hoon – Vampire Prosecutor, Can Love Become Money? – meu Deus do céu esse ator) fosse menos frágil e ao final não ficasse totalmente desorientado e que a história do por quê ele se tornou vingativo não fosse essa balela grande de vingar a debilidade/morte dos pais porque já não cola mais sabe?

mask2

 

Quando comecei a assistir me propunha a gincana de contar quantas vezes os atores falavam a palavra “Mask” ao longo dos diálogos… E olha se você chutar umas 10 vezes em menos de 10 minutos não estará errado. O que é engraçado porque hoje em dia as produções já não se preocupam tanto assim em martelar na sua cabeça a simbologia, o conceito principal do drama…

mask 3

 

Soo Ae (Athena: Goddess of War, 9 End 2 Outs) que andava sumida dos dramas desde 2013, maravilhosa atriz por sinal, nos apresenta Byun Ji Sook uma protagonista não tão bobinha assim (porque ela tem ações e vontades próprias, não só reações do que acontece a sua volta) que se envolve em uma troca de identidades tal como a novela clássica Usurpadora.

mask 4

 

A diferença consiste em que ela usurpa alguém que acaba de morrer, a então futura esposa de Choi Min Woo (Joo Ji Hoon – Medical Top Team, Goong) Eun Ha. Eun Ha era amante de Min Suk Hoon (Yun Jung Hoon) e com ele planejava fazer parte da família do Presidente Choi Doo Hyun (Jun Gook Hwan) e ganhar a empresa para eles. Min Suk Hoon é então casado com Choi Mi Yun (Yoo In Young – You Who Came From the Stars, Empress Ki) que o ama loucamente apesar de saber que ele mente desenfreadamente e que não a ama. E foi, exatamente na parte do final de Choi Mi Yun e Min Suk Hoon que me causou uma emoção lacrimosa…

mask 5

 

Choi Mi Yun, no entanto, também era uma pessoa não tão boazinha assim porque sabia do envolvimento de Min Suk Hoon e Eun Ha e achava que era por isso que ele não gostava dela e vivia tentando “salvar” seu casamento. Ela coloca uma droga na bebida de Eun Ha, com isso Eun Ha cai na piscina e Choi Mi Yun assiste ela se afogar sem salvá-la.

mask 6

 

Min Suk Hoon então substitui Eun Ha por Byun Ji Sook, uma pessoa pobre que tem a família cheia de dívidas e perseguida por agiotas. Ela se vê cúmplice das coisas que ele planeja, sendo culpada de um assassinato e forjando a própria morte. Nisso, agora ela se torna mulher de Min Woo e com o tempo eles começam a se apaixonar um pelo outro. Então, ela se rebela contra Suk Hoon porque sabe que ele planeja matar Min Woo.

mask 7

mask 8

 

 

A continuação é o casal principal se protegendo como pode das armações de Suk Hoon e tentando achar provas contra ele. Ji Sook volta a se comunicar com sua antiga família e etc. Ji Sook vai para prisão e então temos o fim emocionante de Suk Hoon e Mi Yun quando ele diz a ela que não a ama e nunca fugiria com ela, então ela resolve se suicidar e dá uma passagem para ele fugir do país. Quando Suk Hoon lê uma carta de Mi Yun sobre o passado deles juntos e o quanto ela o ama, ele resolve ligar para ela, mas tarde demais. Então, ele finalmente sente remorso.

mask 9

 

Uma cena muito boa desse drama é quanto Suk Hoon cita Crime e Castigo ao matar alguém friamente. “Uma pessoa extraordinária está acima do bem e do mal… E eu sou uma pessoa extraordinária”. Mask, sem dúvida, um dos melhores dramas coreanos de 2015…

mask 10

mask 11