Finalmente 2015: kill me, heal me…

Finalmente 2015, feliz ano novo leitores! E eu aqui, finalmente, quebrando o gelo de uns bons meses sem criticar nada por aqui. Porém, esse tempo chegou ao fim e estarei por aqui novamente me dedicando a vocês, meus(inhas) queridos(as)!

Porque também a proposta para 2015 é não ficar parada. Em qualquer aspecto. Chega da mesmice. Agora que já fomos e já voltamos, viajamos em um ano que não foi lá essas coisas em termos de bons dramas coreanos (mas também não vi muitos) e esperamos sinceramente que em 2015 seja melhor, já com a presença de Lee Min Ho, Ji Sung e etc.

Kill Me, Heal Me
 Eu tenho uma nova resolução aqui também para o blog, no entanto, melhor ter uma prévia só para mim antes e depois os presentear com algo novo surpresa!

Algo me diz que a combinação Ji Sung e Hwang Jung Eum em “Kill me, heal me” será sensacional como foi em Secret! A história com Ji Sung com Distúrbio de Identidade, DID (dissociative identity disorder), me parece que o colocará em muitos problemas, mas que nos promete também situações inusitadas e engraçadinhas. Não tem como não amar Ji Sung sempre sexy, sempre divoooo!

Kill Me, Heal Me

Mas de repente que temática recorrente neste momento nos dramas é sobre psicologia/psiquiatria, o que não deixa de ser um tema com muito pano para manga, afinal quem é que não é louco ou não tem uma disfunção social? Hwang Jung Eum será a médica que deverá tratar Ji Sung…. aiaiaiai, suspiros grandes, vem cá que eu te trato meu bem! *pensando alto*

Ainda estou aqui a recordar em que episódios parei dos outros que estava vendo (só eu sou assim?), entanto isso vou começando outros milhões. O importante é nas próximas semanas planejo falar de Ela é tão Adorável.

Deixe uma resposta