51. God’s Gift – 14 Days (K-drama)

God's Gift 14 days

O que dizer de God’s Gift que mal conheço e já considero pakas???

god_is_gift_14_days-0003

A verdade é que desde que terminei de assistir God’s Gift eu fiquei pensando em como falaria sobre ele aqui com o maior cuidado. Primeiro porque é sensacional, segue no mesmo ritmo -eletrizante- de Two Weeks, onde a personagem principal tem 14 dias para se livrar dos vilões-“assassinos” e salvar/proteger sua filha. Eles perceberam, assim como no marketing, que ter algo que desperte e prenda nossa atenção e a cada vez que mostra “5 dias”, “4 dias”, nos deixa mais apreensivos e ansiosos para vermos mais, mais e mais (acho que vi 7 episódios de uma vez só).

gods-gift

A diferença é que nos primeiros episódios você vê a rotina da família e como a filha é sequestrada e morta. Os primeiros episódios são como de uma novela da Globo que mostra, mostra e a história não anda. Eu fiquei com um pouco de medo da história avacalhar logo no começo, mas me mantive firme e olha…

Eu aconselho a quem não viu e quer muito ver, a não ser prejudicado com esse post e que, por favor, pare de ler a partir daqui. Simplesmente porque não tem como falar sobre God’s Gift e não fazer o SPOILER máximo, os comentários sobre o fim (o que me compele a fazer esse post o mais rápido possível), o que me deixou perplexa, tal como o final de Fashion King, – já começando os spoilers – que nos leva a uma pausa dramática e a pensar retrospectivamente sobre todo o drama. Aconselho também a ver até o final, porque toda a graça e o desfecho que detêm todo o sentido do drama está no final, no último episódio!

Drama_GodsGift14Days_23

O drama em si é uma desconstrução dos primeiros episódios e tudo o que nós telespectadores e os personagens não sabemos. Nós vamos descobrindo e desvendando os mistérios junto com eles, seguindo ou repetindo os passos que deram e raciocinando com eles a respeito disso.

O legal de dramas assim (acho que estão se tornando os meus preferidos) é como eles nos conduzem totalmente enquanto assistimos o nosso olhar para o que eles querem que vemos e pensamos, mas depois nos mostram através de outro olhar e vemos também que “faz sentido” e não tínhamos visto. O foda (perdoem a expressão) é observar como o roteiro foi construído, completamente sem falhas, completamente redondo, onde tudo se encaixa e parece verossímil. De fato, o roteirista de God’s Gift não só nos deu uma grande aula de um bom roteiro como também um tapa na cara de todo o resto da classe.

godsgift-2

Também tem o plus – os dramas mais legais são os que viajam no tempo (uma teoria) – de viajar no tempo. Depois de ter a filha encontrada morta, Soo-Hyun (Lee Bo-Young – I Can Hear Your Voice) volta a 14 dias antes do incidente junto com Ki Dong-Chan (o lindo Cho Seung-Woo – fez Horse Doctor em 2013 –  fez mais filmes do que dramas, está explicado porque eu não conhecia), que teve seu irmão morto também, mas por sentença de morte por um crime que não cometeu.

Drama_GodsGift14Days_quotes_bc2

Kim Yoo-Bin é a fofa filha Han Saet-Byeol de Soo Hyun e do advogado chato Han Ji-Hoon (Kim Tae-Woo), gosta da banda Snake e facilmente dava seus perdidos para acompanhar shows da banda. O nosso amadinho No Min-Woo (Monstar/ Full House Take 2 / Midas /Rock Rock Rock/ My girlfriend is a gumiho) interpreta o cantor Te-Oh da banda Snake com uma forte presença e fiquei triste porque fiquei com vontade de vê-lo muito mais!

no-minwoo-wide

God's Gift

Hyun Woo-Jin (Jung Gyu-Woon – History of the Salaryman) é um policial, antigo amigo de Dong Chan e também apaixonado por Soo Hyun, apresenta um personagem secundário que fez coisas erradas, se omitiu, mas para se redimir ele ajuda Dong Chan e Soo Hyun e paga caro por isso. Gyu Woon é um lindo que tem grande potencial e presença como ator e acho que está sendo desperdiçadinho, por favor, ele como principal, please. Ele esteve muito bem como vilão no drama ação-comédia History of the Salaryman que comentarei aqui futuramente.

gods-gift-3

PARA TUDO COM A ATUAÇÃO DE BARO! Todos piram. Simplesmente, esse comentário diz tudo: “Eu não posso expressar como fiquei surpresa quando descobri que Younggyu de God’s Gift foi interpretado por Baro, que era um ídolo kpop (B1A4). Depois de assistir a sua performance, eu me vi tentando descobrir se ele realmente tinha uma deficiência ou estava apenas agindo para fora (o seu desempenho foi tão convincente como se tivesse). E assim eu fiz uma pesquisa e BOOM, eu descobri que ele não era mesmo um ator profissional e meu queixo caiu apenas. Ídolos Kpop geralmente não são tão grandes em seus papéis, mas Baro era apenas… caramba, esse garoto é bom. Seu desempenho totalmente me convenceu. Eu realmente não posso esperar para que ele faça mais papéis, especialmente os mais desafiadores como Younggyu.”

Baro-Gods-Gift-1-800x450

Baro deu de 10 a 0 em qualquer outro ídolo Kpop, se eu já gostava um pouco de B1A4 (as músicas são interessantes) agora então. Todo respeito e apreço. Baro consegue interpretar um deficiente mental com uma fragilidade e inocência indescritíveis e em muitos momentos nós simplesmente acreditamos mesmo que ele era daquele jeito. Younggyu é simplesmente fofo e passamos rapidamente a amar o personagem. Baro também fez Reply 1994 (que ainda não vi – medo de versões 2, 3 e 4 de algo).

quot-God-Gift-14-Days-quot_80

Outra ídolo Kpop que aparece no drama (cada vez mais recorrente ultimamente) é Han Sun-Hwa (Secret) que faz Jenny, uma amiga de Dong Chan que o ajuda com suas investigações e outros galhos. Ela fez bem, mas era uma personagem secundária e não aparece muito na história.

godsgift1-00040

Até que não fiz TANTO spoiler até agora… Mas assim…

A procura incessante por “quem é o assassino de Saet-Byeol” nos leva a desvendar o mistério da morte da namorada de Dong Chan, Lee Soo-Jung (Lee Si-won) e a entender que o irmão de Dong Chan, Ki Dong-ho (Jung Eun-pyo) também deficiente mental, só se responsabilizou pelo o crime (o que fazemos por nossa família) porque pensou – spoiler – que era Dong Chan o verdadeiro culpado.

No final, nós descobrimos que o filho do presidente – sem o presidente saber – é o culpado pela morte de Soo Jung, acobertado pela mãe e pelo primeiro-ministro (?), e que a onda de assassinatos também foram colocados sob a culpa de Ki Dong Ho para levar o presidente a decretar como pena máxima a sentença de morte. O que levaria Dong Ho a ser morto no mesmo dia que Saet Byeol.

Drama_GodsGift14Days_

SPOILER. Saet Byeol foi morta sem contato do sequestrador com a família, houve apenas um contato de alguém que não estava com a menina e queria tirar vantagem, mas não pedir dinheiro e não entrar em contato e logo depois ela ser encontrada morta é o que é mais misterioso.

God's Gift

SPOILER. Finalmente no último episódio temos todas as respostas. Dong Chan, só voltou 14 dias atrás para ajudar Soo Hyun e salvar Dong Ho e Saet Byeol, porque ele mesmo era o culpado da morte de Saet Byeol. Faz algum sentido? Na hora, eu choquei. Mas, sim, faz sentido. O engraçado é que no começo ele é acusado de tê-la sequestrado (mas ele não a sequestra), a mãe dele o sequestra (o que uma mãe faz por um filho – Dong Ho) e acaba achando que a matou quando a criança fica inconsciente.

godsgift14days_review_14

SPOILER. Na segunda versão (voltando no tempo, mas atual) o primeiro-ministro manda matar a criança porque ela sabe que o filho do presidente é o culpado. Mas, não matam a criança e Dong Chan bêbado, recebe (novamente, como na primeira versão da história) a ligação de sua mãe que confessa que sequestrou a criança e talvez a tenha matado.

godsgift8-00114a

Então, Dong Chan (o que fazemos por nossa família) leva a criança para a represa e reproduz a morte de Soo Jung num ato tresloucado de se culpar no lugar de sua mãe. O que faz todo o sentido, assim como seu irmão fez, partindo do pressuposto (motivo pelo qual levou Dong Ho a achar que Dong Chan tinha cometido o crime anterior) que Dong Chan bêbado faz as coisas e depois não se lembra.

godsgift_ep5_01

Dong Chan volta 14 dias e só se lembra do que aconteceu no momento em que repete a cena. Ele também sabe que acusou seu irmão injustamente e ele morreria por sua causa. Grande sacada a história que “amarra” o começo e o fim, que neste momento tem-se um flashback de Dong Chan contando a história de maneira diferente à Saet Byeol do que sua mãe tinha contado a ela no começo (primeira versão da história).

gods-gift-1

Gostaria de reproduzir a historinha com perfeição, mas não me lembro muito bem. O que fica na memória é basicamente uma mãe que perde sua filha e diz para a morte que fará o que ela quiser para que ela devolva sua filha, e todas as ações solicitadas só a levam a morte também. Na versão de Dong Chan a Saet Byeol, o cavaleiro (ele mesmo) salva a menina.

No começo do drama também há uma “premonição” da mãe de Soo Jung à Soo Hyun dizendo que “um dos dois teria que morrer”, é então quando Dong Chan na represa com Saet Byeol se dá conta disso e percebe que ele e Saet Byeol são esses dois, então,  o cavaleiro salva a menina.

gods-gift-4

Dong Chan já gosta de Soo Hyun e Saet Byeol e principalmente acompanhou o desespero da mãe o tempo todo, então ele escolhe salvar a criança. É lindo e emocionante. E o quanto o personagem dele cresceu com esse ato e se tornou um verdadeiro herói. Eu achei que ele iria ficar com Soo Hyun e no final serem uma família feliz, o que também seria bom e nem prejudicaria a história em si, era só retirar a parte da premonição… :(

gods-gift-5

Lee Bo-Young é a melhor. Miss Korea do ano 2000 e com Ji Sung no bolso, ela arrasa com a desenfreada mãe que fará de TUDO, tudo mesmo, para conseguir salvar e proteger Saet Byeol. Palmas para Bo Young. Ela é tudo o que uma mãe faz por um filho personificado.

gods-gift-6

Ela realmente SE JOGA para encontrar e proteger a filha e esse, a meu ver, é a parte mais legal do drama. Ver o que Soo Hyun vai fazer, ou pensado ou instantâneo quando em perigo, eram as coisas mais fascinantes. Ela descobre que era traída, o marido um idiota, mas não perde a compostura e nem o foco, a maior dor de uma mãe é perder o filho, o que ela não quer; e o maior amor também é o filho.

quot-God-Gift-14-Days-quot_80

A melhor cena do drama EVER é aquela (spoiler, meus caros) em que quando ela está junto com o presidente em um evento, ela pega a neta do presidente como refém e grita “devolva minha filha”. É show. Já o final eu achei que foi meio corrido e poderia ter sido mais “respirado”, tive a impressão de que algumas coisas ficaram sem fim, por exemplo, o fim do pai de Saet Byeol com Soo Hyun.

É interessante observar as ações arraigadas na premissa “tudo o que uma mãe faz por um filho” e “tudo o que fazemos por nossa família” através delas temos as ações principais dos personagens Soo Hyun e Dong Chan, que ambas são a respectivamente a pergunta e resposta que movem toda a ação do drama.

Nem preciso dizer que já – de longe-  é o melhor drama de 2014. Dramão. Dramão.

Deixe uma resposta