20. b) BIG episódio 2 (K-drama)

A minha teoria a respeito de tudo isso é que quanto mais mente infantil você tiver mais você se sairá bem das situações e mais diferente/divertida será sua vida. Imagine se as irmãs Hong tivessem feito essa história com o adulto acordado? Como o adulto resolveria a questão? Da forma mais tediosa possível. Aliás procuram resolver sempre o menos possível para ser o menos doloroso possível. Parecem que não feeling para fazer as coisas como querem, mas sim “como elas devem ser”. Mas nós sabemos que esse drama só acarretará a dor maior de Kyung Joon e já estou prevendo isso. Será doloroso.

O segundo episódio começa com Da Ran arrastando Kyung Joon pelo pulso para tentar levá-lo ao hospital de volta. Ele diz que é ridículo e que ninguém acreditará neles, ele odeia hospitais e ela para que ele pare de agir como uma criança.

Então Kyung Joon diz que é uma criança e tem apenas 18 anos e ela novamente tenta arrastá-lo, então ele pede para que ela pare de tratá-lo como uma criança e mostra o seu rosto. A cena que se segue é mais cômica. Kyung Joon senta com Da Ran para explicar a sua teoria sobre o que aconteceu com duas figuras de brinquedo. As suas expressões são as mais divertidas.

A sua teoria é que eles se acidentaram e ambos caíram na água. E, Yoon Jae vendo que o corpo dele estava morrendo, saiu do seu corpo e o deixou acordar nele. Da Ran diz que deveria ter um motivo para tal coisa. Ela pega o brinquedo perguntando como ele foi parar em um lugar como aquele. Kyung Joon se ofende, pois “um lugar como aquele” é o seu corpo, e puxa sua camisa: “Eu não gosto de um lugar como este também!”

Da Ran diz para Kyung Joon que agora ele tem que cuidar do corpo de Yoon Jae. Eles ligam para o tio de Kyung Joon para saber de sua situação, eles o transferiram para outro hospital, mas Kyung Joon ainda está inconsciente.

Da Ran fica preocupada em deixar Kyung Joon (Yoon Jae) sozinho em casa, ela vai até a cozinha e vê que na geladeira só tem refrigerante e pizza congelada.

Kyung Joon acorda na manhã seguinte, com o corpo saindo para fora de sua cama pequena que já era pequena demais. Ele sorri ao perceber que isso também significa que ele não tem que ir à escola. Ele ignora o mingau de arroz que Da Ran deixou sobre a mesa e zomba quando ele abre a geladeira e encontra água, suco e frutas. Ele zomba Da Ran querer que ele cuide de “seu corpo precioso” e diz que – ah há – não vai comer nada.

Enquanto isso, Da-ran vai ao hospital para visitar corpo Yoon Jae em KyungJoon. Ela se pergunta se Yoon Jae está lá. E temos um flashback onde ela lembra quando Yoon Jae segurou sua mão pela primeira vez.

Então Da Ran nos apresenta a sua casa, nos fundos do restaurantes da família, ela entra sorrateiramente porque dormiu fora de casa. Na escola, vemos Na Hyo Sang, que é um professor tímido e admirador secreto de Da Ran (suas cenas serão cômicas).

Vemos Kyung Joon se olhando no espelho. Ele se pergunta se ele deveria tentar deixar crescer a barba ou algo assim. Mas então percebe uma sensação estranha nas costas. Ele olha e algumas erupções alérgicas estão começando a aparecer.

Na escola Da Ran chega atrasada em um evento com todos os alunos e professores. Então vemos um táxi se aproximar e todos olharem para ver o que está acontecendo. Kyung Joon sai desesperado do táxi, corre até Da Ran pede dinheiro a ela para pagar o táxi e depois volta pulando e se contorcendo (uma cena muito boa), ele diz à Da Ran que “está em chamas”, todos tem a impressão de que ele está excitado e então ele começa a tirar a camiseta na frente dela para mostrar a alergia.

Ela só fica lá em estado de choque até que ele a puxa e sai correndo dizendo que ele não pode esperar mais um segundo. rsrs

Eles correm dentro de uma sala de aula e ele começa a mostrar-lhe as erupções por todo o corpo, aqui, ali e em toda parte. Então a diretora e a amiga de Da Ran também professora, vão ver o que está acontecendo, elas olham pela janela da porta da sala de aula e lá está Kyung Joon dando gritinhos por causa da coceira e a Da Ran de cabeça abaixada na altura de sua cintura. rsrs

Ela o leva para enfermaria e era alergia a cogumelos. Da Ran parece esgotada, ela leva broncas da diretora e agora todos pensam que Yoon Jae é um idiota completo. Ele se sente mal por fazê-la se preocupar.

Ela lhe dá dinheiro para que coma alguma coisa e não cause mais problemas e Kyung Joon vai embora resmungando. Ser adulto é novo para ele, e o vemos pensando a respeito vendo uma propaganda de ternos e imitando o modelo em uma atitude completamente infantil.

Ele resolve ir ver seu corpo no hospital que é o mesmo onde Yoon Jae trabalha. Seu rosto está estampado em todas as paredes em cartazes promocionais. E o pai de Da Ran vai levar bolinhos para Yoon Jae no hospital. Kyung Joon passa por ele e não o reconhece, parece que Kyung Joon o está ignorando, o pai de Da Ran se sente completamente injuriado.

Mas fala com Da Ran por telefone e diz a ela que deixou os bolinhos na recepção, pois Yoon Jae parece ocupado, Da Ran se desespera imaginando como Kyung Joon descobriu o hospital que Yoon Jae trabalha. Da Ran começa a pensar em que desculpa usar para sair mais cedo do trabalho.

Enquanto isso, Kyung Joon está no hospital, mal vestido, despenteado e todos o cumprimentam. Ele se pergunta por quê, quando de repente ele dá de cara com o rosto de Yoon Jae em um cartaz no hospital. Kyung Joon corre para o banheiro e vendo o mesmo cartaz começa a imitar o sorriso. É engraçado vermos que Kyung Joon não consegue fazer o mesmo sorriso, e temos realmente essa impressão, como se fosse duas pessoas distintas, gêmeas…

Os amigos médicos de Yoon Jae o encontram e ele diz que está descansando porque comeu cogumelos sem querer. Se Young (a megera) pergunta se ele ainda tem a “coisa que” que ela deu a ele e diz para usá-lo. E então ela passa a mão pelo seu braço e na mão.

Da Ran aparece no hospital e ela pergunta o que ele está fazendo aqui, mas ele diz que está aqui para ver seu próprio corpo e quer recuperar alguns pertences. Então Kyung Joon pergunta sobre Se Young para Da Ran e ela diz que com certeza não é nada. Ele revira os olhos para ela, perguntando se ela sabe alguma coisa sobre os homens.

Ela se levanta da cama de Yoon Jae e estende a mão para ajudá-lo, mas que desencadeia uma memória. Ele relembra esse momento na água, quando ele abriu os olhos e viu Yoon-jae nadar em direção a ele com a mão estendida. Ele se lembra então que Yoon Jae salvou sua vida.

Ela o leva para ver o seu próprio corpo, e sugere que talvez, se eles foram trocados quando eles deram as mãos, fazendo isso agora vai mudá-los de volta. Ele hesita, perguntando o que acontece se ele não acordar, mas ela não se importa muito e insiste que vai ficar bem.

Ela coloca as mãos juntas. Uma brisa mística vem através do quarto. Kyung-joon abre os olhos e então a confunde chamando-a pelo nome. Ela começa a chorar, feliz e aliviada, dizendo que ela estava tão preocupado que era tudo por culpa dela. Ele diz a ela que ele vai dizer o que queria dizer a ela agora e então diz “Puing. Puing.”

Da Ran continua chorando mais e mais após a brincadeira sem graça dele. Ele olha em volta para as coisas dele, quando sua tia e seu tio vêm perguntar sobre Kyung Joon. E a tia pergunta se há uma chance de que ele não vai acordar durante anos.

A enfermeira pergunta se eles querem seus pertences, e ela friamente passa por eles, jogar tudo fora, mas levando o dinheiro e os cartões de sua carteira. Ele finalmente sai da sala chocado e Da Ran está esperando por ele no corredor.

Ela o segue para fora, perguntando se ele está bem, mas ele fica bravo com ela também, sabendo que ela está apenas preocupado com o que ele fará ao corpo de Yoon Jae.

Eles começam a discutir e Choong Shik vem correndo, apavorado. Ele dá um passo para defender sua irmã. Perguntando por que o seu cunhado está agindo desta forma. Kyung Joon grita “Eu não sou seu cunhado!” Então Choong Shik acha que disse a palavra errada (cunhado) então Kyung Joon o chama de “stupid” de novo e vai embora.

Ele chega em casa e encontra um saco do material pendurado na porta. É a sua roupa e da carteira (com a imagem querubim ainda dentro, que deve ter sido realmente da mãe, do jeito que ele cuida dela) e uma caixa de bolinhos de Gil ka Mandoo (Dumplings Streetside). Ele olha para o nome e percebe que é da professora Gil Da Ran.

O pai e o irmão de Da Ran a questionam se o noivado dela foi rompido. Mas então Kyung Joon resolve ir ver a “teacher” dele e dá de cara com a mãe de Da Ran. Ela puxa-o para dentro e anuncia à família. Kyung-joon pausa a ação para um momento de descobrir as ligações familiares “esta deve ser a mãe”, “este é o pai”, “este é o irmão”.

Ele sorri e diz seus nomes. Eles perguntam o que o traz por tão de repente, e ele fica parado sem jeito e explode “Surpresa!” rsrs (muito bom)

Ela arrasta-o para perguntar o que ele está fazendo ali, e ele diz que só veio procurando por ela. Ele se vira para ir embora, mas ela o detem bem que ele começou como Yoon Jae agora ele vai continuar.

Da Ran e Kyung Joon estão ainda discutindo lá fora quando Choong Shik aparece para perguntar o que eles têm para esconder. Kyung Joon adora o termo e faz questão de dizer que mais e mais para Choong Shik: “As crianças não precisam saber”

Ele tem que passar algum tempo sozinho com o pai de Da Ran enquanto eles esperam para o jantar, e seu comportamento é tão enigmático para o pai. Ele não é completamente rude, mas ele não é super educado como era antes. Pai fica animado quando ele mostra do interesse em sua coleção de pedras, então ele aponta os que representam sua família.

O pai diz que desde que ele se juntar à família, eles terão de fazer uma pedra para ele também. Ele diz que não, obrigado. Ele pergunta quais são os critérios para que cada pedra seja considerada de cada membro da família, então ele começa a analisar e vê que a grande pedra preta (que é o pai) não tem nada para ser o pai de Da Ran quase o insultando e acrescentando “sogro” no final.

O pai fica bravo e diz que eles terão de encontrar uma pedra que lhe convém. Eles conseguem jantar bem, embora Da Ran e Kyung Joon briguem em silêncio por toda parte. O pai de Da Ran oferece cerveja e ele aceita, mas Da Ran sempre impede Kyung Joon de beber.

Da Ran e Kyung Joon caminham de volta para casa conversando sobre as roupas de Yoon Jae que ele precisa usar agora e vão ao apartamento de Yoon Jae para pegá-las.

Enquanto isso o pai e a mãe de Da Ran conversam sobre a estranheza de Yoon Jae, mas a mãe de Da Ran diz que isso pode significar que ele está mais confortável em a família dela e que agora parecem um casal de verdade.

No apartamento Kyung Joon começa a se trocar na frente de Da Ran e ela se vira para não olhar, ele pergunta “mas o que você ainda não viu?” e ela disse que ainda não aconteceu nada entre eles, Kyung Joon se admira dizendo “mas vocês se casar em um mês!” (E é isso que todos nós pensamos).

Kyung Joon pergunta se ela quer que ele lhe mostre alguma coisa levantando a camisa e então diz “olha chocolate”.

Ela pergunta se todas as vezes que Yoon-Jae disse a ela que estava ocupado demais eram apenas desculpas porque ele não queria gastar tempo com ela. Ela pergunta se ele realmente foi dizer que ele a amava no dia do acidente.

Ele dá um passo mais perto. “Gil Da Ran, eu te amo”. Eles sorriem um para o outro, parados por um instante. Então ele acrescenta: “É o que ele teria dito.” Ela sorri, ela diz que seria burra se pensasse o contrário. Ele concorda que ela é burra.

Quando Kyung Joon está mexendo nas roupas de Yoon Jae, uma chave eletrônica cai. Ele pergunta se isso é uma chave da sua casa, mas Da Ran diz que não. O telefone toca e ela diz para Kyung Joon atender. É Se Young, que só tardiamente soube do acidente e está a caminho da casa dele com as coisas dele.

Ele desce para atender a Se Young, olhando com curiosidade para a chave novamente. Se Young chega e vemos que ela tem uma chave idêntica.

Enquanto isso, Da Ran tenta fazer uma limpeza, e encontra uma mala no armário pronta para ir a algum lugar com um passaporte dentro. Ela pergunta a si mesma onde YoonJae ia sem contar a ela!

Lá embaixo, Kyung Joon vê Se-Young chegar e ela lhe dá um abraço. Ela pergunta por que ele não contou a ela sobre o acidente, dizendo que ela deveria ter sido a primeiro a saber. E então ela vira o rosto em direção ao seu para um beijo. Ele a empurra e ela diz, “Yoon Jae, eu te amo.” Kyung Joon finaliza o episódio dizendo: “Seo Yoon Jae, seu filho da puta.”

Deixe uma resposta